Início
 
 

Parceiros Internacionais partilham projetos inspiradores

Workshop Vidas Ubuntu Parceiros Internacionais

No dia 19 de Fevereiro, no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, o Vidas Ubuntu reuniu os seus parceiros internacionais e as Escolas onde já actuou para mais um encontro inesquecível. Histórias de vida partilhadas que já fazem parte de todos nós. Exemplos de coragem e de força que não deixam ninguém indiferente.

O I painel arrancou com a apresentação do Vidas Ubuntu pela gestora do projeto Carolina Tomaz e com testemunho de uma das formadoras do Vidas Ubuntu, Eugénia Quaresma. O Agrupamento de Escolas Marquesa de Alorna uma vez mais marcou a sua presença com a técnica multidisciplinar Fátima Matos e a Professora Ana Galamba que entusiasticamente deram o seu testemunho sobre o impacto deste projeto na escola e nas turmas onde foi desenvolvido. Os alunos, Ana Catarina Alves e Mário Santos, mostraram os vídeos das suas histórias de vida e generosamente partilharam a sua experiência enquanto participantes do Workshop Vidas Ubuntu. A Professora Elsa Duarte da Escola Básica 2,3 da Alapraia, onde também já foi desenvolvido o Workshop Vidas Ubuntu, acompanhou os alunos, Cláudia Marinho e Cláudio Marinho, que simpaticamente partilharam a sua história e deram o seu testemunho, bem como os restantes alunos da sua turma que vieram apoiar os colegas.

O II painel foi dedicado aos parceiros internacionais, dos Estados Unidos, Write to Right com Marjorie Bowker (writetoright.org) e da Noruega, LIM - Likestilling, Integrering, Mangfold (Igualdade, Integração, Diversidade) com Emina Briga e Sylo Taraku (limnett.no). A Marjorie transportou-nos até aos seus alunos através da partilha de vídeos e fotografias e explicou o incrível programa sobre "personal storytelling" criado pela Write to Right e já implementado em várias escolas. Sylo Taraku e Emina Briga introduziram-nos partilhando momentos marcantes da sua vida e o papel da LIM enquanto organização não governamental que promove a participação dos imigrantes, a confiança e o sentido de pertença, na sociedade norueguesa. E concluíram a apresentação com a importância que o storytelling pode assumir na sociedade ao permitir a partilha de vozes individuais.

Mais um encontro que nos faz acreditar que o Vidas Ubuntu é um projeto que veio despertar, sensibilizar e contagiar para a importância das narrativas de vida porque todos temos uma história para contar e a minha história pode mudar a forma como vemos o mundo.